Oferecimento:

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

0

Balanço Patrimonial dos Clubes de Futebol

Assunto: ,
Você leitor, pode estar a se perguntar: Vamos falar de futebol? Sim... Mas... não vamos falar de nenhuma contratação milionária, nem de nenhum campeonato. Vamos falar de contabilidade. Logo de início já causa espanto. Escrever que pretende falar de futebol, e logo em seguida de contabilidade, pode nos parecer que são duas áreas com pouco em comum... e  quando tem algo em comum, não é lá muito agradável... Pois, não é que os clubes de futebol tem divulgado amplamente seus balanços patrimoniais, tem mantido uma equipe de gerenciamento financeiro e, alguns, falam até em diversificação das atividades!?

--> Talvez a referência que nos vem a mente seja a copa de 2014, podemos justificar para nós mesmos que os clubes estão num processo de amadurecimento, fruto da própria condição que vive o país. Se sim, ou se não, não dá para afirmar aqui. Claro que alguns clubes, assim como em outras atividades econômicas, são alvos de fraudes, má administração, etc. Mas boa parte dos clubes já percebeu que a transparência, a gestão consciente dos recursos, a participação "popular" e a diversificação das atividades, são vitais para a manutenção da prosperidade econômica. E essa prosperidade se vê refletida no futebol, os grandes clubes como o Internacional, Corinthians, São Paulo, que ganharam quase tudo nos últimos anos, divulgam seus resultados contábeis nas suas páginas na internet.

--> Outros clubes, como o Palmeiras por exemplo, também divulgam, mas infelizmente acaba não sendo suficiente. Não basta divulgar os resultados, ou porquê o patrocinador exige, ou porquê alguma lei o está obrigando. É preciso ter uma contabilidade que atue muito além do balanço. A contabilidade gerencial não existe para emitir balanço no fim do ano, se for para isso, basta contratar um escritório particular, que vai provavelmente sair bem mais barato. A contabilidade gerencial deve atuar decisivamente em cada investimento da empresa, e no futebol, inclusive na contratação de jogadores. O cálculo é bem mais complexo do que muitos imaginam. Calcular quanto um jogador vai render ao clube, e se o resultado é capaz de pagar o investimento, não é calcular quantos gols esse jogador pode fazer numa temporada. É preciso calcular o impacto da imagem, a venda de camisas e objetos personalizados. É preciso entender que tipo de empresa estará disposta a patrocinar uma camisa vestida por esse ou aquele jogador. E importante, é preciso analisar os impactos negativos também.

Por fim, é preciso diversificar. Depender apenas da receita gerada pela venda dos jogos para a TV, dos ingressos, e da venda dos diretos sobre jogadores, é um risco que um clube grande não pode correr.

E para quem ficou curioso, abaixo temos alguns links de balanços, patrimoniais e sociais, de alguns clubes de futebol.

Internacional: http://www.internacional.com.br/pagina.php?modulo=2&setor=18&codigo=17463

São Paulo: http://www.saopaulofc.net/media/53688/Balanco2011-1.pdfhttp://www.saopaulofc.net/media/53686/Balanco2011-2.pdfhttp://www.saopaulofc.net/media/53687/Balanco2011-3.pdf

Corinthians: http://www.corinthians.com.br/upload/site/balan%C3%A7o%20corinthians%202011%20final%202.pdf




0 comentários:

Leia as regras antes de comentar!


Prova
Estatísticas